talian.jpg
talian1.jpg
talian2.jpg
talian.jpg

Talian


O documentário Talian – La mostra vera lengua madre (Talian – a nossa verdadeira língua mãe) possúi o objetivo de despertar o interesse do público, principalmente dos jovens da região serrana do Rio Grande do Sul, a essa língua e a cultura que a cercam (afazeres, culinária, jogos tradicionais e artesanatos) como forma de valorizá-la e iniciar o processo de levá-la do interior, onde ainda sobrevive, para as cidades.

Conheça o abaixo o projeto

SCROLL DOWN

Talian


O documentário Talian – La mostra vera lengua madre (Talian – a nossa verdadeira língua mãe) possúi o objetivo de despertar o interesse do público, principalmente dos jovens da região serrana do Rio Grande do Sul, a essa língua e a cultura que a cercam (afazeres, culinária, jogos tradicionais e artesanatos) como forma de valorizá-la e iniciar o processo de levá-la do interior, onde ainda sobrevive, para as cidades.

Conheça o abaixo o projeto

 
 

Nossos antepassados não eram italianos! Eles não eram portadores de uma cultura italiana! Insisto: eles eram vênetos, ou lombardos ou friulanos ou trentinos ou piemonteses e possuíam a sua própria cultura, própria deles, de suas regiões, que nada têm a ver com as culturas das outras regiões que hoje constituem a Itália. Essa gente, que pertencia a “nações” diferentes, que falava idiomas diferentes e que era portadora de culturas diferentes, ao chegar à “terra prometida”, foi assentada em colônias, linhas e travessões, no meio da selva inóspita, ao bel prazer do “chefe” da Colônia. Assim, um trentino de Primiero passou a ter por vizinhos um vêneto de Oderso e um lombardo da Mântua. Era preciso comunicar-se, entender-se. Era uma questão de sobrevivência! Foi dessa necessidade de comunicar-se, para poderem-se auxiliar, para sobreviver, que nasceu nosso belo idioma, o talian ou vêneto brasileiro, mescla bem dosada dos falares de nossos antepassados, com a língua do país de adoção, o português. 

talian1.jpg

La mostra vera lengua madre


Imaginem, ter vergonha de falar o idioma que, por mais de mil anos, foi a língua oficial da “Sereníssima” República de Veneza! Seria simplesmente ridículo, se não fosse tão trágico. Se quisermos manter nossa cultura – e temos o dever de fazê-lo -, devemos ensinar aos jovens a nossa língua, pois, enquanto nossa língua viver, nossa cultura não perecerá. 

Assista abaixo o documentário e conheça um pouco mais sobre a nossa verdadeira língua mãe.

La mostra vera lengua madre


Imaginem, ter vergonha de falar o idioma que, por mais de mil anos, foi a língua oficial da “Sereníssima” República de Veneza! Seria simplesmente ridículo, se não fosse tão trágico. Se quisermos manter nossa cultura – e temos o dever de fazê-lo -, devemos ensinar aos jovens a nossa língua, pois, enquanto nossa língua viver, nossa cultura não perecerá. 

Assista abaixo o documentário e conheça um pouco mais sobre a nossa verdadeira língua mãe.

Ouça abaixo a trilha sonora composta exclusivamente pela ALBA ARTE, para o Documentário.

talian2.jpg

#albaarte


Siga a ALBA ARTE nas redes sociais.
Instagram Facebook Vimeo

#albaarte


Siga a ALBA ARTE nas redes sociais.
Instagram Facebook Vimeo